Blog da Amicatek

Reduza o tempo de resposta inicial do servidor

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o tempo de resposta inicial do servidor não é determinado pelo tamanho do site ou pelo número de visitantes. Na verdade, existem muitos fatores que podem afetar o tempo de resposta do seu servidor, incluindo a configuração do servidor, o uso de recursos e a conectividade da rede. Felizmente, existem algumas maneiras simples de reduzir o tempo de carregamento do site no seu servidor.

Neste artigo, vamos mostrar como você pode reduzir o tempo de resposta do seu servidor. Vamos começar mostrando como analisar o tempo de resposta do seu servidor e quais são os principais fatores que afetam o carregamento do site. Em seguida, vamos dar algumas dicas para melhorar a performance do seu servidor e o tempo de resposta.

Por que diminuir o tempo de resposta inicial do servidor é importante?

O tempo de resposta inicial do servidor é importante porque determina quanto tempo leva para que um usuário receba uma resposta após enviar uma solicitação. Quanto menor o tempo, melhor a experiência do usuário. Uma maneira de diminuir o tempo de resposta do servidor é investir em um bom servidor e garantir que ele esteja sempre atualizado. Outra maneira é otimizar o seu código para que as solicitações sejam processadas rapidamente.

Captura De Tela Do Google Pagespeed Insights Apresentando Oportunidade Para Reduzir Tempo De Resposta Inicial Do Servidor.
Google PageSpeed Insights alerta sobre o tempo de resposta inicial do servidor

Quais são as principais causas do tempo de resposta elevado em um servidor?

Um servidor pode apresentar um tempo de resposta elevado por diversos motivos. Algumas das principais causas são:

  • Uso intensivo de recursos do servidor: se o servidor estiver sendo utilizado intensivamente por muitos usuários ao mesmo tempo, isso pode afetar negativamente o seu tempo de resposta.
  • Problemas de hardware: se o servidor estiver com algum problema de hardware, isso também pode ser uma das causas do tempo de resposta elevado.
  • Configurações inadequadas: se as configurações do servidor não estiverem adequadas para as suas necessidades, isso também pode causar um tempo de resposta elevado.

Como posso testar o tempo de resposta do meu servidor?

Existem várias maneiras de testar o tempo de resposta do seu site. Uma maneira é usar o Pingdom Tools. Outra maneira é usar o Google PageSpeed Insights. Você também pode testar o tempo de resposta do seu site usando o WebPageTest.

Formas de reduzir o tempo de carregamento

Aqui estão seis maneiras de otimizar o tempo de carregamento inicial do seu site.

1. Use hospedagem na web confiável e rápida

Certifique-se de que seu provedor de hospedagem atende às necessidades de seus clientes online.

É essencial manter tempos de resposta rápidos do servidor. Para isso, é necessário investir em um servidor de alto desempenho. Hospedagens gratuitas, serviços de hospedagem que não dão devido suporte ou hospedagens compartilhadas normalmente contribuem para lentidão do servidor.

Sites institucionais podem usar hospedagens Cloud, assim como plataformas de eCommerce exigem um servidor VPS dedicado para melhor desempenho dos visitantes.

2. Use um CDN

Uma rede de entrega de conteúdo (Content Delivery Network) é uma estrutura de redes distribuídas de servidores. Eles estão geograficamente espalhados para fornecer conteúdo aos usuários de uma forma mais rápida.

Ter um público global requer um provedor que distribua os ativos do seu site para vários locais ao redor do mundo. Isso garante que todos os visitantes do website possam ter tempos considerados rápidos em qualquer parte do mundo.

Utilizar um servidor de hospedagem em um local distante do seu público-alvo causa lentidão no carregamento do site. Por exemplo: Seu público-alvo é brasileiro e o servidor de sua hospedagem está na Austrália.

Para evitar esse problema, você precisa conhecer seu público-alvo antes de decidir sobre um provedor de hospedagem. Isso ajudará você a escolher um data center mais próximo desse público. Ao minimizar a distância entre seus servidores de hospedagem e seus visitantes, você pode melhorar os problemas de latência. Como resultado, isso reduz os tempos de resposta gerais.

3. Otimize Bancos de Dados

A velocidade de resposta depende também da otimização do banco de dados. À medida que você configura um site pela primeira vez, o banco de dados responde rapidamente às consultas. Com o passar do tempo, o banco de dados acumula informações. A compilação resulta em grandes quantidades de dados armazenados.

Existem maneiras de otimizar o banco de dados para acelerar seu site. Se você estiver usando o WordPress, o primeiro passo é identificar consultas lentas com um verificador de consultas, como o plugin Query Monitor. Depois de encontrá-los, trabalhe na otimização.

4. Monitore o uso do PHP

Quanto mais processos um servidor tiver que realizar para exibir uma página a um visitante, mais lento será o site. Se você estiver executando um script PHP, verifique se ele não está usando recursos vitais para cumprir tarefas desnecessárias.

Verifique se o PHP está atualizado. Muitas empresas de hospedagem não fazem atualizações do PHP automaticamente. Um site ainda rodando no PHP 5.6, por exemplo, terá um tempo de resposta inicial do servidor mais lento do que um rodando no PHP 7.4.

Veja qual versão você tem com o plugin PHP Compatibility Checker. Se necessário, atualize para uma versão mais recente através do cPanel ou entrando em contato com seu provedor de hospedagem.

5. Configure o Cache

O cache garante uma entrega rápida aos visitantes. Sem cache, um navegador solicita arquivos do servidor toda vez que uma página é carregada, em vez de acessá-los de um cache local ou intermediário.

Existem plugins do WordPress que permitem armazenar arquivos localmente no computador de um usuário. Os arquivos são então reutilizados durante visitas futuras. Essa prática é chamada de cache. Ele acelera o tempo de carregamento e garante melhor experiência do usuário.

6. Minificação de Scripts

A minificação é um processo que reduz o tamanho do código. Basicamente é realizado removendo variáveis ​​redundantes e longas, caracteres indesejados, quebras de linha e comentários.

Uma página web é construída a partir de arquivos externos, Javascript, CSS, entre outros arquivos, que influenciam a rapidez com que ela é exibida. A prática de minimizar e compactar scripts é uma solução popular ao lidar com arquivos. Mantém grandes quantidades de dados disponíveis, mas não deixa que a quantidade comprometa o desempenho.

Distribua arquivos JS e CSS como externos ou internos, com base em seu tamanho e importância. Melhore o tempo de carregamento colocando pequenos arquivos internamente, como parte do arquivo HTML. Por fim, facilite o armazenamento em cache de arquivos ambíguos, mantendo-os externos.

Conclusão

Diminuir o tempo de resposta inicial do servidor é importante para proporcionar uma melhor experiência ao usuário. Esse é apenas um dos vários fatores que influenciam na velocidade de carregamento de uma página. Se você precisa de ajuda na configuração e otimização de performance do seu site, entre em contato com nossa equipe!

Este artigo te ajudou? Faça uma avaliação usando as Estrelas
Fellipe Soares

Fellipe Soares

Bacharel em Sistemas da Informação, trabalha há mais de 10 anos com WordPress na criação de soluções para empresas e profissionais liberais.

Inscreva-se para receber novidades

Tenha em primeira mão conteúdos especiais sobre WordPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Saiba mais sobre

Receba mais notícias como essa sobre Performance através da nossa Newsletter

Notícias sobre Segurança, Marketing, Performance e Negócios sempre relacionadas ao WordPress todas as segundas-feiras, para você começar bem a semana.